A premiação encerrou a 20ª edição do Latinoware, com diversos projetos inovadores e que poderão ser replicados para auxiliar pessoas em situação de insegurança alimentar.

Um professor de informática de Foz do Iguaçu e um professor de química do município de Colombo (PR), até então desconhecidos um para o outro, foram os grandes vencedores do hackathon, a maratona tecnológica que propôs soluções contra a fome no Brasil e encerrou as programações do 20º Congresso Latino-americano de Software Livre e Tecnologias Abertas (Latinoware), nesta sexta-feira, 20.

João Crevones e Wender Souza criaram o PlancWeb, um aplicativo que reúne receitas com plantas alimentícias não convencionais (PANCs) e de fácil cultivo, que podem ser compartilhadas com diversas famílias em situação de insegurança alimentar por meio do contato com ONGs e outros projetos.

João Crevones e Wender Souza, criadores do PlancWeb e vencedores do HackathonFoto: Marcelo Guazzi

Crevones conta que a ideia nasceu a partir da união entre os educadores, que se conheceram de forma inesperada e trabalharam juntos para conquistar o prêmio de R$ 4 mil. “Eu vim ao evento para o Ficiências e conheci o hackathon durante uma palestra. Por acaso o Wender estava lá e comentamos que seria interessante participar. Foi então que decidimos e resolvemos embarcar”, disse.

Com a vitória, Wander afirmou que seguirá em contato com o colega para desenvolver o aplicativo e conseguir resultados que poderão auxiliar centenas de pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. “Vamos reunir esforços e viabilizar esse projeto, pois temos a certeza que terá aplicação dentro da comunidade e será replicado em nosso Estado e no Brasil”, frisou.

Combate à fome

Ao todo, oito equipes apresentaram projetos e soluções tecnológicas inéditas no hackathon, que tinha como foco o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2, que busca erradicar a fome e promover a agricultura sustentável.

Além do PlancWeb, o segundo lugar ficou com o projeto Agrofood, que visa montar cestas básicas com doações de produtores rurais, seguido do Freedge, um aplicativo que liga produtores rurais, empresas e ONGs, visando comprar a produção que não foi escoada para abastecer geladeiras comunitárias. Os estudantes que ficaram com o segundo e terceiro lugar receberam, respectivamente, R$ 3 mil e R$ 2 mil.

Os demais projetos inscritos foram: Agrohealth; Agroplant; Greener; Uniseed e Starv.

Sérgio Accioly coordenou o hackathon e incentivou os jovens. Foto: Marcelo Guazzi

O professor Sérgio Accioly, coordenador do hackathon, elogiou o empenho de cada um dos participantes e declarou o sucesso de uma edição importante e que deixará um legado para o evento.

“Eu fico emocionado ao ver esse empenho. São jovens com uma mente brilhante, só precisamos dar a eles um agente motivador. Durante os dias de produção todos eles se dedicaram para entregar o melhor projeto que poderíamos. Três venceram, mas outros cinco também são geniais e poderão, além de gerar negócios, gerar laços. A partir daqui eles vão pensar para muito além das paredes da universidade”, ressaltou Accioly.

Encerramento do Latinoware

A 20ª edição do evento posicionou Foz do Iguaçu como um centro de tecnologia e inovação. Ao longo dos três dias, reuniu cerca de quatro mil participantes de diversos países, como Argentina, Paraguai, México, Portugal e Estados Unidos.

Foram mais de quatro mil pessoas durante os três dias de evento. Foto: Kiko Sierich/PTI

“Entregamos, com muito orgulho, mais uma edição história deste evento que relevante em todo o Brasil. Estudantes e professores se preparam ao longo do ano para estar aqui e adquirir conhecimento. Estamos felizes com o resultado e preparados para que, em 2024, o Latinoware seja ainda melhor”, completou o diretor superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Professor Irineu Colombo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Realização:

Parque Tecnologico Itaipu
Itaipu - Mais que Energia
Brasil - União E Rconstrução

Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro do Latinoware 2023!

Apoio: