Mozart Cunha do Couto (Juiz de Fora, Minas Gerais) é um ilustrador e quadrinista brasileiro. É um dos principais divulgadores dos softwares Gimp e Krita, MyPaint e Azpainter, programas de ilustração livres para uso e de código aberto.

Mozart Couto iniciou a carreira em 1979/80 na editora Grafipar de Curitiba. A editora estava agregando novos talentos, Mozart enviou alguns de seus quadrinhos para serem analisados e o editor-chefe, Cláudio Seto, aprovou o material e o convidou para colaborar nas revistas como roteirista e desenhista. Depois de algum tempo, com o fim da Grafipar, Mozart começou a participar das revistas de terror da Editora Vecchi, do Rio de Janeiro onde Otacílio D’Assunção Barros (Ota), era o editor. Mozart também colaborou na revista MAD, na mesma época e, pouco depois, na editora D’Arte, de Rodolfo Zalla, onde criou/desenhou inúmeras histórias de terror e estabeleceu sua carreira como quadrinista. Em seguida, sempre em parceria com o editor Franco de Rosa, colaborou em várias revistas da Editora Press Editorial, da Nova Sampa, da Opera Graphica e outras editoras paulistanas, até ser contratado por uma agência Belga para produzir quadrinhos na Europa. Depois de alguns anos, Mozart passou a produzir, junto com Deodato Borges Filho(Mike Deodato)e Emir Ribeiro, quadrinhos para o mercado americano, tendo seus trabalhos publicados pela DC Comics, Marvel Comics, Valliant (onde desenhou o personagem Turok) e Dark Horse. Mozart voltou a trabalhar para o Brasil ilustrando livros didáticos e para-didáticos nos anos 90. Lançou alguns quadrinhos inéditos seus, de forma independente, pela editora Atomic e, atualmente, tem trabalhado em projetos no catarse.me onde lançou, em parceria com Franco de Rosa, “Zamor, O Selvagem” e está em processo de lançamento de “Brakan”, um de seus personagens mais conhecidos.

Mozart recebeu o Prêmio Ângelo Agostini como melhor desenhista em 1986 e em 2003. Também recebeu o mesmo prêmio na categoria “Mestre do Quadrinho Nacional”. Foi ganhador, com o livro Nosso Folclore (editora Ave-Maria), do Prêmio Jabuti na categoria de melhor livro didático de 1999 e, em 2000, do certificado “altamente recomendável” da Fundação Nacional do Livro Infantil e Infanto-Juvenil pelas ilustrações no livro A Carta de Pero Vaz de Caminha, da Editora Moderna.

Mascara overlay
Mozart Couto
Mascara overlay
Mozart Couto