Maddog palestra em clima de nostalgia e percepções futuras

  • Comunicação Latinoware
  • 675
  • 2018/10/17

O começo do 15º Latinoware mostrou a que veio quando reuniu mais de 500 participantes no espaço Brasil do CECONFI. Lado a lado, diversas gerações prestigiaram com atenção a história do desenvolvimento dos Softwares e Hardwares Livres. Jon Hall “Maddog” na palestra Past and Future (Passado e Futuro) traçou uma breve linha do tempo com análises e críticas ao desenvolvimento da tecnologia desde 1969, ano de origem do Linux, até a atualidade; identificando desafios, competências, falhas e riscos para posteridade.

“No começo os computadores eram enormes, mas logicamente pequenos. As memórias em kilobytes e os discos em megabytes. Só podiam executar um programa por vez”, relembra Maddog ao discorrer sobre as dificuldades encontradas no começo do desenvolvimento do Linux. “Em 1969 eu era estudante universitário e escrevi o meu primeiro programa. Naquela época a maioria dos softwares eram distribuídos em código fonte. Poucas pessoas se consideravam engenheiros do sistema e não existiam leis de patente para um software. A única forma de vendê-los era através de um contrato, e isso levava meses de negociação e custava muito dinheiro”, relembra.

Maddog alertou ao público sobre a segurança de dados, especialmente as informações que estão dispostas na nuvem. “Nós da América do Norte sabemos que a privacidade é ilusória. Principalmente dados que são protegidos pela NSA (National Security Agency) – Agência de Segurança Nacional Norte Americana”.

Ao final da conversa, Maddog promoveu a reflexão sobre a relação dos sistemas open software e o capitalismo, referindo sobre a desconexão dos softwares livre com o comunismo: “ O Software livre é a forma última do capitalismo”. Provocou ainda a plateia sobre o porquê brasileiros investem tanto em softwares norte-americanos, e hardwares chineses, e deixam de produzir as mesmas tecnologias no Brasil.

Apoio