“Em 2017 tivemos US$ 608 bilhões de custos globais com crimes cibernéticos”, afirma especialista

  • Comunicação Latinoware
  • 341
  • 2018/10/19

“Em 2017 tivemos US$608 bilhões de custos globais com crimes cibernéticos”, afirma especialista

O caso da Equifax – uma das três maiores gestoras de crédito dos Estados Unidos – foi relembrado, quando mais de 143 milhões de dados dos usuários foram roubados.

Marcos Sungaila, engenheiro de redes, diretor técnico da Savant Tecnologia da Informação e especializado em infra estrutura de redes e segurança da informação, atraiu muitos espectadores com a palestra “Anatomia de um Cyber Attack”, nesta sexta-feira (19) no 15º Latinoware. Como foco principal da apresentação, Marcos buscou explicar ao público o que era necessário saber com relação a segurança na rede.

De acordo com dados expostos na palestra, apenas no ano passado os custos globais de crimes cibernéticos alcançaram os US$608 bilhões. A previsão deste custo para 2021 é de US$6 trilhões. Marcos conta que os crimes cibernéticos viraram uma indústria, e que atualmente o principal objetivo dos hackers é o de ganhar dinheiro, sejam com transações bancárias, com ataques a e-commerce, mas principalmente com a venda de dados pessoais.

“Os incidentes de segurança relevantes chegaram a marca de 1.765 apenas no ano passado”, conta o especialista que apresentou cases de sucesso com a utilização de softwares open source. Relembrou o caso da Equifax – uma das três maiores gestoras de crédito dos Estados Unidos, que sofreu um ataque relacionado a violação de dados em 2017 onde mais de 143 milhões de dados dos usuários foram roubados. O custo deste ataque ficou entre os mais caros da história, com a previsão estimada de US$439 milhões.

O palestrante explicou como acontecem os ataques, demonstrou as principais fragilidades do sistema e esclareceu dúvidas do público presente. Marcos alertou, “o ser humano é o fator mais vulnerável para facilitar um cyber attack”.

Apoio