Lixo eletrônico é transformado em rádio portátil

  • Abilene Rodrigues
  • 109
  • 2017/10/19

As sucatas de computadores recebidas pelo Polo Marista de Formação Tecnológica, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ganharam um destino nobre em 2013. Elas foram transformadas em uma rádio portátil que já beneficiou mais de 500 pessoas, entre elas professores, estudantes e crianças de escolas públicas. Detalhes do funcionamento foram apresentados nesta quarta-feira (18), durante o 14º Congresso Latino-Americano de Software Livre e Tecnologias Abertas (Latinoware), na manhã desta quarta-feira (18), na Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu.

Segundo o criador da rádio, chamada de “Radio Maleta”, Juliano Machado, ela é utilizada em escolas públicas da cidade nas aulas de português e também em eventos comunitários. “Os professores a usam como ferramenta para desinibição dos alunos, oratória, protagonismo e ensino da língua portuguesa em várias formatos”, explicou.

A Rádio Maleta pesa cerca de 15 quilos e funciona como qualquer outra rádio comunitária. A diferença é a mobilidade. Todo o conteúdo pode ser acessado através do endereço eletrônico www.radioconexaolivre.org. “Ela com certeza pode ser replicada, pois o custo é baixíssimo. Além de termos usados peças recondicionadas, os softwares são livres”, concluiu.

Apoio: