Guilherme Razgriz

  • Marcos Siriaco Martins
  • 1158
  • 2017/04/29

Guilherme Razgriz – Diretor de arte desde 2003 o mesmo utiliza apenas ferramentas livres em suas tarefas diárias, seja na criação de uma complexa peça como uma empena com tipografia exótica ou ainda redigindo um simples documento interno. Participante ativo de diversos projetos da comunidade como por exemplo o vivaolinux foi ainda mantenedor do portal referência em Gimp no Brasil entre 2009 e 2012, é ainda o criador da aclamada serie “Blender Para todos!” onde o acesso a criação digital 3D é compartilhado e difundido a todos sem restrições. Criador e Ceo da primeira escola de computação gráfica livre do Brasil o Cria Livre, Razgriz também é membro fundador do grupo de interesse em prol das ferramentas de criação livres dentro do portal Software Púlbico, o 4CMULTI. Razgriz é também autor de vastíssima documentação especializada em direção de arte com software livre sendo hoje o blog “El Diablo Criativo*(http://razgrizbox.)” a fonte mais vasta em documentação avançada que se pode encontrar em português na web sobre o seguimento. Desde 2014 Razgriz é também autor da editora Viena, pela mesma serão lançados ainda neste ano manuais descomplicados para quem precisa aprender a utilizar o Gimp, Inkscape ou Blender de forma a executar tarefas com segurança. Razgriz também ministra desde 2005 palestras e mini cursos sobre computação gráfica e direção de arte com software livre, afim de que a própria comunidade deixe de pensar nessa ramificação como uma alternativa a outras soluções pagas, mas sim como uma solução tão boa ou se não superior em diversos quesitos. Ele considera que o software nada mais é do que uma extensão das nossas capacidades mentais e motoras, e que a grande vantagem do software livre é que não existem limitações para o usufruto de tais benefícios,  além de ter participado de diversos projetos incluindo a criação do braço multimídia do portal do Software Público Brasileiro. O mesmo trabalha com impressão 3d principalmente com impressoras da família Rep Rap desde 2013 tendo inclusive sugerido diversas modificações em projetos de impressoras 3d de projetos abertos.

Apoio: